Mentoria para mulheres: PUC PR aposta em aconselhamento profissional

Natália Collor

As mentorias profissionais são cada vez mais comuns em instituições de ensino superior. São oportunidades de ter profissionais de sucesso como conselheiros dos alunos ao longo da carreira. A PUC PR foi além da mentoria tradicional e decidiu apoiar um grupo específico, as alunas da IES. Com uma proposta mais focada nos desafios desse perfil de estudantes, a Universidade criou uma mentoria para mulheres em áreas diversas de atuação para mentorar suas alunas.

A importância da mentoria para mulheres

O objetivo da iniciativa é conversar sobre como estas profissionais trilharam sua carreira. De que maneira lidaram com problemas do mercado de trabalho que englobam especificamente as mulheres, como preconceito no ambiente de trabalho e conciliar maternidade com sucesso profissional. As convidadas são mulheres que chegaram em cargos de chefia ou relevância em suas áreas. Então a ideia é que passem para as mentorandas seus principais aprendizados. Isto para inspirar e auxiliar a trajetória profissional das estudantes.

O contexto do mercado

De acordo com dados do Ministério do Trabalho, baseados em pesquisas do Cadastro Geral de Emprego e Desemprego (Caged) e da Relação Anual de Informações Sociais (Rais), em 2007 a presença feminina representava 40,8% do mercado formal. O número subiu para 44% em 2016, mas ainda assim há um caminho a ser percorrido. Um dos propósitos da mentoria para mulheres da PUC PR é justamente preparar suas alunas para que consigam conquistar cada vez mais espaços no meio profissional. Izabela Rasera Cordeiro de Paula Freshi, analista de relacionamento no PUC Carreiras, afirma que o objetivo é empoderar estas alunas e ter conselhos de quem elas podem ser um dia. “Temas relacionados a empoderamento feminino têm aparecido cada vez mais. Nossa ideia é colocar cada vez mais mulheres no mercado de trabalho, desmistificando preconceitos sem fundamento”, afirma a profissional.

Além da mentoria para mulheres

Não é apenas na mentoria para mulheres que a instituição resolveu focar, apesar de ser o método mais inovador que a PUC está utilizando. A mentoria profissional voltada para todos os alunos, sejam homens ou mulheres, também será oferecida. Nela, além de ser aberta para ambos os gêneros, o objetivo é falar sobre mercado de trabalho. Além de analisar o que esperar das áreas de atuação e receber conselhos sobre decisões a partir de mentores.

mentoria para mulheres

Foto: Pexels

Atualmente, as mentorias estão em fase piloto e em breve começa a fase de seleção. A seleção vai ocorrer através do CSM Symplicity, tudo de forma online. Dessa maneira, o aluno ou aluna vai selecionar a modalidade de mentoria que deseja por meio de uma pré inscrição, e, a partir disto, terão acesso ao perfil dos mentores disponíveis na plataforma para sua escolha. O projeto vai iniciar com 10 mentores, e os estudantes poderão selecionar seus mentores de preferência. Durante o processo seletivo o mentor receberá os currículos para avaliação dos candidatos que têm interesse. Assim, é do mentor a decisão final da seleção de mentorandos.

Foco no aluno

Os alunos que podem participar das mentorias são aqueles cursando a partir do terceiro período da graduação, já no mercado de trabalho ou não. Os que estiverem em períodos mais avançados no curso, terão prioridade. O PUC Carreiras entende que estes alunos estão mais perto de entrar definitivamente no mercado de trabalho. A ideia é que a mentoria dure todo o semestre, com pelo menos 5 sessões, sejam elas presenciais ou online. A disponibilidade ficará a critério de mentores e mentorandos.

Por fim, Izabela Rasera Cordeiro de Paula Freshi afirma que vão participar do projeto mentores de outros estados e países. “Já podemos contar com uma consultora brasileira que mora no exterior e um mentor estadunidense de uma grande empresa internacional”, conta.

Leia mais:

Planejamento de vida e carreira: veja dicas para organizar o seu ano

Deixe um Comentário