Confira os destaques da II Jornada de Empregabilidade Symplicity

Natália Collor

Tratar de tendências, transformações e o futuro do trabalho é essencial para manter as Instituições de Ensino Superior atualizadas em relação ao pensar da empregabilidade. Foi esta a proposta da II Jornada de Empregabilidade Symplicity, realizada na sede do SEMESP em São Paulo, na última quinta-feira (10).

O evento foi organizado pela Symplicity Brasil, o Grupo A e o SEMESP. E reuniu especialistas, líderes de Instituições de Ensino Superior (IES) e profissionais do mercado. Isto com o propósito de discutir os desafios e importância de estratégias de empregabilidade em faculdades e universidades.

Veja quais foram os destaques da II Jornada de Empregabilidade Symplicity:

Recepção do SEMESP e Symplicity

Conduzido por Rodrigo Madeira, Gerente da Symplicity Brasil, o evento começou com as boas-vindas de representantes das empresas realizadoras. Entre eles, Rodrigo Capelato, Diretor Executivo do Sindicato das Entidades Mantenedoras de Estabelecimentos de Ensino Superior no Estado de São Paulo (SEMESP). Bem como, o próprio Madeira, que além de saudar os participantes, falou sobre a importância e propósito do evento.

Capelato também reforçou a necessidade das instituições serem capazes de transformar sua qualidade e eficiência de ensino em empregabilidade para os estudantes. Foi também exaltada a importância da parceria entre o SEMESP, Grupo A e Symplicity na busca em ajudar as IES nesse desafio.

Rodrigo Capelato, Diretor Executivo do SEMESP foi o responsável pela abertura do evento, junto ao Gerente da Symplicity Brasil, Rodrigo Madeira

Discussões de carreiras e empregabilidade

Em seguida, Tito Ribeiro, Gestor de Produtos da Fundação da Estudar, falou sobre as competências mais demandadas pelo mercado de trabalho e, consequentemente, mais necessárias aos jovens.

Tito Ribeiro, Gestor de Produtos da Fundação da Estudar tratou das competências no mercado de trabalho em sua fala

O que o mercado espera dos jovens e será que eles estao preparados a carreira? Foi essa a principal provocação de Ribeiro. Em síntese, o palestrante citou como fonte uma pesquisa que evidencia um gap de percepção existente sobre os jovens estarem saindo preparados ou não para o mercado de trabalho. Nessa pesquisa, 70% das IES acreditam que os alunos estão saindo da universidades preparados para o mercado de trabalho. Enquanto esse número, entre estudantes e empregadores, é de apenas 30%.

:: Descubra quais as expectativas dos jovens profissionais de hoje

Luiza Ribeiro, Superintendente de Talentos e Diversidade do Itaú, foi a convidada seguinte a palestrar na Jornada de Empregabilidade. Ela tratou, em resumo, das perspectivas dos empregadores sobre a geração que está entrando no mercado do trabalho.

Para Luiza Ribeiro, o perfil do líder mudou. O do passado não é aquele que vai conduzir as transformações que o futuro demanda. Por outro lado, o novo líder de sucesso precisa ter atributos muito específicos.

Luiza Ribeiro, Superintendente de Talentos e Diversidade do Itaú, falou sobre perspectivas dos empregadores em relação aos novos profissionais do mercado

Por consequência, IES precisam fazer parte do desenvolvimento desses atributos. No Itaú, por exemplo, os novos talentos são selecionados mais pela sua capacidade de resolver problemas, do que especificamente pelos conhecimentos técnicos que a posição demanda.

Janaina Schneider e Isabela Cavalcante, Gestoras de Carreiras da Univates e da PUC-PR, respectivamente, compartilharam em um painel as estratégias de empregabilidade que vêm sendo aplicadas nas suas IES com o apoio da Symplicity.

Por fim, ambas responderam dúvidas, trocaram experiências e compartilharam aprendizados para apoiar as demais IES. Afim de auxiliar caso estejam passando ou venham a passar pelos mesmos desafios.

Leia também:
::
O futuro do emprego e o papel das IES: aspectos que exigem atenção
::
Como sua IES pode preparar os estudantes para o mercado de trabalho?
::
Como conectar a central de carreiras às demais estratégias da IES

Deixe um Comentário